CARL SCHMITT E A CRÍTICA À DEMOCRACIA LIBERAL

Autores

  • Roberto Bueno Universidade Federal de Uberlãndia

DOI:

https://doi.org/10.22171/rej.v16i24.645

Resumo

Este artigo ocupa-se da releitura Schmitt a partir de suas críticas ao liberalismo que recentemente foram intensamente retomadas por amplos setores de intelectuais de esquerda como Mouffe. Esta tradição focalizou debilidades da democracia liberal que provocou debate que resultou na elaboração de um discurso que polarizou atenções com a ocupação da esfera pública por um tipo cidadão que substitua o consumidor político e que contribua para a criação de um conceito do político. Para este efeito a tradição de esquerda tenta retomar os conceitos-chave da crítica schmittiana à liberal-democracia. Este tipo de argumento permite aprofundar tanto quanto possível a compreensão das críticas à democracia e ao liberalismo em seu sentido reacionário e de efeitos totalitários à democracia ocidental com a qual usualmente trabalhamos.

Biografia do Autor

Roberto Bueno, Universidade Federal de Uberlãndia

Professor Doutor Adjunto I da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) das disciplinas do Curso de Graduação (Teoria do Estado e Democracia; Filosofia do Direito, Filosofia Política) e do Programa de Pós-Graduação em Direito Público. Doutor em Filosofia do Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) (2011). Mestre em Filosofia do Direito e Teoria do Estado pela Fundação de Ensino Eurípides Soares da Rocha (2006). Especialista em Ciência Política e Direito Constitucional pelo Centro de Estudos Constitucionais de Madrid (CEC) (1994). Graduado em Direito pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) (1992). Mestrando em Filosofia pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal do Ceará (UFC). Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3962302367059090. E-mail: rbueno_@hotmail.com

Downloads

Publicado

2013-04-24

Como Citar

Bueno, R. (2013). CARL SCHMITT E A CRÍTICA À DEMOCRACIA LIBERAL. Revista De Estudos Jurídicos Da UNESP, 16(24). https://doi.org/10.22171/rej.v16i24.645

Edição

Seção

LINHA II Cidadania Social e Econômica e Sistemas Normativos