DO CAFÉ À SOJA: A REPRODUÇÃO BRASILEIRA DA ESTRUTURA AGRÁRIA ARTICULADA A PARTIR DE FLORESTAN FERNANDES

Autores

  • Vanessa de Castro Rosa Doutoranda no Programa Direito Político e Econômico do Mackenzie-SP.

DOI:

https://doi.org/10.22171/rej.v21i34.2942

Resumo

este artigo almeja estudar as origens do agronegócio brasileiro e sua reprodução na estrutura agrária e social, a partir do conceito de dupla articulação, proposto pelo sociólogo Florestan Fernandes na obra A Revolução Burguesa no Brasil, publicada em 1974, como forma de compreender a dinâmica capitalista no campo, sua reprodução dentro do capitalismo depende e sua relação com a industrialização e com a burguesia brasileira. Pautando-se em uma pesquisa qualitativa de revisão bibliográfica e com marco teórico fixado em Florestan Fernandes, busca-se verificar a aplicabilidade do conceito de dupla articulação ao modelo de agronegócio brasileiro, o qual após sua industrialização, aparenta o mesmo comportamento da indústria nacional conforme descrição apresentada por Florestan Fernandes na referida obra. O presente artigo se justifica pela necessidade de compreender a formação e desenvolvimento do capitalismo brasileiro, o qual impõe pela dupla articulação um modelo limitado de desenvolvimento industrial e agropecuário, voltado a atender as necessidades do mercado externo e a ele sujeito, de modo que esta limitação, da mesma forma que impede o desenvolvimento de uma Revolução Burguesa tal como a francesa, também impõe um modelo agropecuário que ignora as necessidades do próprio povo. Ao final conclui-se pela similaridade dos efeitos da industrialização urbana e rural, diante da aplicabilidade do conceito de dupla articulação ao processo desenvolvimento do capitalismo dependente no campo, o qual também reforça a limitação do desenvolvimento agrário.

 

Biografia do Autor

Vanessa de Castro Rosa, Doutoranda no Programa Direito Político e Econômico do Mackenzie-SP.

Doutoranda em Direito Político e Econômico no Mackenzie, Mestra em Direitos Humanos Fundamentais na Unifieo, Especialista em Direito Ambiental, Especialista em Direito Processual Civil e Especialista em Direito Processual Penal. Bacharela em Filosofia, Bacharela em Direito (UNESP).

Downloads

Publicado

2020-06-26

Como Citar

ROSA, V. de C. DO CAFÉ À SOJA: A REPRODUÇÃO BRASILEIRA DA ESTRUTURA AGRÁRIA ARTICULADA A PARTIR DE FLORESTAN FERNANDES. Revista de Estudos Jurídicos da UNESP, Franca, v. 21, n. 34, 2020. DOI: 10.22171/rej.v21i34.2942. Disponível em: https://ojs.franca.unesp.br/index.php/estudosjuridicosunesp/article/view/2942. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

LINHA II Cidadania Social e Econômica e Sistemas Normativos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.