REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO SISTEMA PÚBLICO MUNICIPAL DE CURAÇÁ-BA

Roberto Remígio Florêncio, Martins Dantas Paixão, Carlos Alberto Batista Santos

Resumo


Com o objetivo de compreender e analisar o processo de aprendizagem de um aluno com deficiência, no 5º ano do Ensino Fundamental I, em uma escola municipal da rede pública na cidade de Curaçá-BA, este estudo propõe uma análise sobre a Educação Inclusiva nas escolas regulares. Optou-se por uma pesquisa de campo, com abordagem qualitativa, com aspectos técnicos e metodológicos que direcionam para a compreensão dos dados pesquisados a partir de um estudo de caso. Durante o processo da pesquisa, foram realizadas visitas ao espaço escolar e a observação participante em acompanhamento das aulas. Recorreu-se à literatura em busca de compreender conceitos de diferentes autores da área, além de relacionar teoria e prática na busca pela compreensão dos fenômenos, através dos dados identificados. Os resultados estão apresentados de forma clara, objetivando oportunizar uma análise crítica acerca da prática inclusiva nas escolas regulares da rede de ensino municipal. As considerações finais deste estudo não apresentam conclusões, mas indícios da situação de formação no trabalho dos profissionais da educação que contribuem para a aprendizagem dos estudantes com deficiência.


Palavras-chave


Ensino-aprendizagem. Educação Especial. Formação de Professores.

Referências


BAZZI, Gisele A. do Patrocínio. As dificuldades de aprendizagem em leitura e escrita e suas relações com a ansiedade. 2000. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 5 out. 1988. Atual. 2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 26 maio 2018.

BRASIL. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 7 jul. 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 26 maio 2018.

BRASIL. Lei LDB: Lei de Diretrizes e Bases da Educação: Lei n. 9.394/96. 11. ed. Brasília, DF: Câmara dos Deputados; Edições Câmara, 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Inclusão: Revista de Educação Especial, Brasília, DF, v. 4, n. 1, ed. esp., p. 7-17, jan./jun. 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/revinclusao5.pdf Acesso em: 26 maio 2018.

CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS. Declaração de Salamanca. Salamanca, 2000.

COSTA, Fihama Brenda Lucena da. O processo de inclusão do aluno autista na escola regular: análise sobre práticas pedagógicas. Caicó: UFRN, 2017.

GLAT, Rosana; FONTES, Rejane de Souza; PLETSCH, Márcia Denise. Uma breve reflexão sobre o papel da Educação Especial frente ao processo de inclusão de pessoas com necessidades educacionais especiais em rede regular de ensino. Inclusão Social, Duque de Caxias, n. 6, p. 13-33, nov. 2006.

GLAT, Rosana; PLETSCH, Márcia Denise; FONTES, Rejane de Souza. Educação inclusiva & educação especial: propostas que se complementam no contexto da escola aberta à diversidade o. Educação, Santa Maria, v. 32, n. 2, p. 343-356, 2007.

GLAT, Rosana; BLANCO, Leila de Macedo Varela. Educação especial no contexto de uma educação inclusiva. In: GLAT, Rosana. (org.). Educação inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2011. p. 15-35.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como faze pesquisa qualitativa em ciências sociais. 12. ed. São Paulo: Record, 2005.

MENDONÇA, Ana Abadia dos Santos. Educação especial e inclusiva: dicotomia de ensino dentro de um mesmo processo educativo. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 8., 2015, Uberaba. Anais.... Uberaba: Uniube, 2015. Disponível em: https://www.uniube.br/eventos/epeduc/2015/completos/39.pdf. Acesso: 27 maio 2018.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec, Rio de Janeiro: Abrasco, 1995.

PAN, Miriam Aparecida Graciano de Souza. O direito à diferença: uma reflexão sobre deficiência intelectual e educação inclusiva. Curitiba: Intersaberes, 2013.

SANCHES, Isabel; THEODORO, António. Da integração à inclusão escolar: cruzando perspectivas e conceitos. Revista Lusófona de Educação, Lisboa, n. 8, p. 63-83, 2006.

SANTOS, Nilza Maria dos. Problematização das dificuldades de aprendizagem. Trabalho de Conclusão de Atividades do Programa de Desenvolvimento Educacional. Londrina: UEL, 2009.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

WEISZ, Telma. O diálogo entre o ensino e a aprendizagem. 2. ed. São Paulo: Ática, 2000.

ZILIOTTO, Gisele Sotta. Especialização em educação especial e educação inclusiva. 2. ed. rev. ed. Curitiba: Ibpex, 2007.





CAMINE: Cam. Educ. = CAMINE: Ways Educ., Franca, SP, Brasil - eISSN 2175-4217 - está licenciada sob Licença Creative Commons