Indústria cultural, lazer e turismo: percalços e perspectivas na contemporaneidade * Cultural industry, tourism and leisure: mishaps and perspectives in contemporary

ELIS REGINA BARBOSA ANGELO, ISABELA DE FÁTIMA FOGAÇA

Resumo


Ao se pensar a sociedade contemporânea como uma fábrica de indivíduos da era mercantil, ansiados pela troca de produtos gerados pela Indústria Cultural, para os quais as opções de lazer e turismo acabaram se tornando uma necessidade para viver no mundo globalizado e intermediado pela desenfreada mobilização de compra e venda, todo o sistema deve ser repensado. Consumo e a exposição desse consumo, no qual também se incluem a experiência do turismo e do lazer, viraram, quase exclusivamente, o ponto nevrálgico desse processo de querer ser e fazer dos processos que envolvem a formação do indivíduo. Dessa forma, este trabalho busca pensar o contexto contemporâneo do viver na indústria cultural, sendo a sociedade catalisadora e organizadora sem precedentes na formação do indivíduo na história do tempo e espaço presentes, ou na era do vazio , ou ainda na era da sociedade líquida.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18223/hiscult.v2i2.992

 

Licença Creative Commons A Revista História e Cultura, ISSN: 2238-6270, Franca, SP, Brasil, está licenciada sob uma Licença Creative Commons