"MULHERES TREMENDAS": A VIOLÊNCIA FEMININA NO RIO GRANDE DO SUL (1889-1930) * “TREMENDOUS WOMEN”: THE FEMALE VIOLENCE IN RIO GRANDE DO SUL (1889-1930)

Carla da Silva Barbosa

Resumo


O presente artigo pretende explorar processos-crime da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul durante a Primeira República (1889-1930) em que mulheres agrediram outras mulheres, seus amásios ou ex-amásios.  Pretende-se analisar de que forma estas manifestações são consideradas apropriadas ou não pela sociedade, bem como os motivadores de sua hostilidade física e/ou verbal. Através do enquadramento legal destas ocorrências, dos termos utilizados nos documentos e nos depoimentos dos envolvidos, pretende-se demonstrar como a investigação da violência feminina requer o questionamento não apenas do conceito de violência, mas dos papéis atrelados aos gêneros nas sociedades.

*

The present paper intends to explore six criminal processes of the Frontier of Rio Grande do Sul during the First Republic (1889-1930) in which women attacked other women, their lovers, exlovers and police officers. The intention is to analyze how these manifestations are considered appropriate or not by society, as well as the motivators of their physical or verbal hostility. Through the legal framework of these occurrences, the terms used in the documents and statements of those involved; we aim to demonstrate how the investigation of female violence requires the questioning not only of the concept of violence but of gender roles in societies.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18223/hiscult.v8i2.2325

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


 

Licença Creative Commons A Revista História e Cultura, ISSN: 2238-6270, Franca, SP, Brasil, está licenciada sob uma Licença Creative Commons