A especificidade da representação dos fatos históricos em "Esaú e Jacó", de Machado de Assis * The specificity of historical representation in "Esaú e Jacó", by Machado de Assis

LUDMYLLA MENDES LIMA

Resumo


O presente artigo trata de analisar o modo particular como Machado de Assis constrói a representação dos fatos históricos brasileiros no romance Esaú e Jacó. Este romance traz em seu enredo dois importantes fatos históricos ocorridos no final do século XIX: a Abolição da Escravatura, em 1888 e a Proclamação da República, em 1889. O tratamento literário dado pelo autor aos fatos, imprimindo irrelevância aos mesmos no contexto do enredo, revela que para ser Realista ‘à brasileira’, naquelas circunstâncias específicas, era necessário mostrar o curso da História tendo como base a ausência de transformação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18223/hiscult.v3i1.1190

 

Licença Creative Commons A Revista História e Cultura, ISSN: 2238-6270, Franca, SP, Brasil, está licenciada sob uma Licença Creative Commons