A literatura como via de reconstrução nacional: o contexto curitibano no período posterior à Revolução Federalista (1890-1900) * Literature as a means of national reconstruction: Curitiba’s context during the period after the federalist revolution (1890-1900)

CAROLINE BARON MARACH

Resumo


O artigo objetiva tratar do impacto da Revolução Federalista sobre os discursos dos literatos paranaenses do contexto do final do século XIX. Também busca discutir o papel do literato naquela sociedade, explorando as fontes que tratam desse assunto. O corpo documental deste trabalho compreende duas revistas importantes do período para o meio literato local, o Clube Curitibano (1890-1912) e O Cenáculo (1895-1897). Além desses periódicos, a análise também abrange obras biográficas sobre os escritores e colaboradores mais assíduos dos dois periódicos. Tais agentes são entendidos aqui como “atores linguísticos”, expressão utilizada por John Pocock para designar os que operam como articuladores da linguagem de uma época, visando à defesa de interesses e à expressão de determinadas ideias e valores. Foram, portanto, mediadores da cultura de sua época, pois assumiram, de maneira engajada, posicionamentos referentes à vida em sociedade, nela desempenhando, a um só tempo, os papéis de atores, testemunhas e consciências do contexto por eles vivenciado.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18223/hiscult.v3i1.1186

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


 

Licença Creative Commons A Revista História e Cultura, ISSN: 2238-6270, Franca, SP, Brasil, está licenciada sob uma Licença Creative Commons