Do Verso à Prosa: o potencial Histórico dos Romances de Cavalaria (Séculos XII-XIV) * From Verse to Prose: the Historical potential of Chivalry Romances (Eleventh-Fourteenth Centuries)

CAROLINA GUAL DA SILVA, CLÁUDIA REGINA BOVO, FLÁVIA AMARAL

Resumo


Nesse artigo pretendemos problematizar o uso dos romances de cavalaria como documento histórico para investigação da Idade Média. Preocupados em refletir sobre o surgimento desse gênero textual, sua função e seu potencial de investigação histórica, nos dedicamos a analisar um conjunto de obras – os Romans de Chrétien de Troyes, o Tristão de Béroul e o Romance da Melusina de Jean D’Arras. Nosso objetivo é verificar como elas veiculam determinadas representações sociais, cuja finalidade era formalizar uma ação pedagógica em meio às cortes francesas, onde foram proclamados.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18223/hiscult.v2i3.1115


 

Licença Creative Commons A Revista História e Cultura, ISSN: 2238-6270, Franca, SP, Brasil, está licenciada sob uma Licença Creative Commons