DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: QUE FORMAÇÃO ESPERAMOS?

Simone Maria de Bastos Nascimento, Aliandra Cristina Mesomo Lira

Resumo


Ao partir do pressuposto de que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei n. 9.394 (BRASIL, 1996) respalda toda a educação brasileira e determina como deve ser a formação dos professores, o objetivo deste artigo é refletir sobre a formação inicial em nível superior do professor que atua na Educação Infantil. Este trabalho se caracteriza como abordagem qualitativa, de caráter exploratório, com revisão bibliográfica e análise documental de ementas da disciplina de Estágio Supervisionado de algumas licenciaturas em área específica e da licenciatura em Pedagogia. Muitos estudos sobre a formação inicial do professor da educação infantil têm sido realizados, no entanto, ainda carecemos de debates que resultem numa definição de qual formação em nível superior se espera para este profissional. No intuito de contribuir com esta discussão, consideramos que, embora haja respaldo legal para professores de diferentes licenciaturas atuarem nesta etapa, os dados revelam que não se prevê intervenções com crianças pequenas em sua formação. 


Palavras-chave


pedagogia. licenciatura. educação infantil. formação de professores.

Referências


ALBUQUERQUE, Moema Helena Koche de. Formação docente para a educação infantil no Brasil: configurações curriculares nos cursos de pedagogia. 2013. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/74645/browse?value=Albuquerque%2C+Moema+Helena+Koche+de&type=author. Acesso em: 23 nov. 2018.

AZEVEDO, Heloisa Helena Oliveira de. Educação infantil e formação de professores: para além da separação cuidar-educar. São Paulo: Ed. Unesp, 2013.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 1 set. 2015.

BRASIL. Lei n. 12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 5 abr. 2013. Anexo. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12796.htm. Acesso em: 31 out. 2015.

BRASIL. Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 5 dez. 2018.

BRZEZINSKI, Iria. Pedagogia, pedagogos e formação de professores. Campinas: Papirus, 2012.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Conselho Pleno. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 16 de maio de 2006, Seção 1, p. 11. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em: 2018.

DOURADO, Luís Fernandes. Diretrizes curriculares nacionais para a formação inicial e continuada dos profissionais do magistério da educação básica: concepções e desafios. Educação & Sociedade, Campinas, v. 36, n. 131, p. 299-324, abr./jun. 2015. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/es/v36n131/1678-4626-es-36-131-00299.pdf. Acesso 21 nov. 18.

ECKSTEIN, Manuela et al. O estágio supervisionado na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental na trajetória do curso de Pedagogia. In: GONÇALVES, Ademir; GEHRKE, Marcos. A trajetória dos 40 anos do curso de Pedagogia da UNICENTRO. Ijuí: Ed. Inijuí, 2016.

FREITAS, Helena Costa Lopes. A (nova) política de formação de professores: a prioridade postergada. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, p. 1203-1230, out. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a2628100.pdf. Acesso em: 25 fev. 2015.

GATTI, Bernadete Angelina; BARRETO, Elba Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília, DF: UNESCO, 2009.

GATTI, Bernadete Angelina. Formação de professores e carreira: problemas e movimentos de renovação. 2. ed., Campinas: Autores Associados, 2000.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Encontros e desencontros na formação dos profissionais de educação na infantil. In: MACHADO, Maria Lucia (org.) Encontros e desencontros na educação infantil. São Paulo: Cortez, 2002. p. 107-115.

KRAMER, Sônia (org.). Profissionais de educação infantil: gestão e formação. São Paulo: Ática, 2008.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e pedagogos, para quê? São Paulo, Cortez, 2010.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 2, de 01 de julho de 2015. Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (Cursos de licenciatura, Programas de cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Diário Oficial da União, Brasília, DF, Seção 1, p. 8-12, 2 jul. 2015. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dominio-publico/323-secretarias-112877938/orgaos-vinculados-82187207/12861-formacao-superior-para-a-docencia-na-educacao-basica. Acesso em: 21 nov. 2018.

NASCIMENTO, Simone Maria de Bastos. Licenciaturas e educação infantil: desafios para a formação inicial. Cadernos CENPEC, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 29-43, jan./jun. 2015a. Disponível em: http://cadernos.cenpec.org.br/cadernos/ index.php/cadernos/issue/view/16. Acesso em: 20 nov. 2018.

NASCIMENTO, Simone Maria de Bastos. O profissional da educação infantil e os cursos de licenciaturas: desencontros na formação inicial. 2015. 115f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava, 2015b.

OSTETTO, Luciana Esmeralda. Encontros e encantamentos da educação infantil: partilhando experiências de estágio. Campinas: Papirus, 2012a.

OSTETTO, Luciana Esmeralda. Saberes e fazeres na formação de professores. Campinas: Papirus, 2012b.

PARANÁ. Secretaria da Educação. Documentos oficiais: Diretrizes Curriculares. Curitiba, [2018]. Disponível em: http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1. Acesso em: 2018.

PIMENTA, Selma Garrido. Pedagogia e pedagogos: caminhos e perspectivas. São Paulo: Cortez, 2002.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2004.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. 7. ed. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2014.

PIMENTA, Selma Garrido. O estágio na formação de professores: unidade teoria e pratica? 9. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SILVA, Adriana et al. Culturas Infantis em creches e pré-escolas: estagio e pesquisa. Campinas: Autores Associados, 2011.

SILVA, Carmen Silvia Bissolli da. Curso de Pedagogia no Brasil: história e identidade. São Paulo: Autores Associados, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.5016/camine.v11i1.2740


CAMINE: Cam. Educ. = CAMINE: Ways Educ., Franca, SP, Brasil - eISSN 2175-4217 - está licenciada sob Licença Creative Commons