Comentários do leitor

Roteiro Gastronônimo em Visconde de Mauá

por bruno Silva (2019-03-11)


Visconde de Mauá é deliciosa no verão. A Cachoeira do Escorrega cheia de água, o clima propício a passar o dia de bermuda e chinelo, bebendo cerveja gelada, mergulhando no Rio Preto e nas piscinas naturais; e petiscando ao ar livre. As diárias das pousadas mais baixas, e os lugares mais vazios. Tudo verdade.

Mas é inegável que no outono-inverno este lugar mágico e místico fica muito mais gostoso e lindo. As trilhas estão secas, pela falta de chuvas, para alegria de montanhistas, ciclistas, motoqueiros e motoristas , e cavaleiros e amazonas.  Os dias geralmente são maravilhosos, ensolarados, uma luz reconfortante. Mas quando o sol se esconde… Ao menos as noites são quase sempre de céu claro, e a lua e as estrelas colaboram e muito para o cenário.

Entre os destinos do Estado do Rio acessíveis facilmente por carro, Visconde de Mauá RJ é o mais alto, e frio. A 1.600 metros de altura, com termômetros girando entre 5 e 15 °C, às vezes um pouco menos, às vezes um pouco mais, o grande atrativo turístico local é mesmo o frio, as pousadas aconchegantes e suas lareiras benditas e – principalmente – a comida. Como é bom comer em Mauá. Não apenas porque o clima pede, mas também porque não faltam lugares especiais para se comer por lá, num curto espaço geográfico, uma parte de asfalto ruim, outra parte de terra, o que sempre dá uns contornos de aventura ao passeio.