[1]
M. M. Ribeiro, “A PROPORCIONALIDADE E A RAZOABILIDADE COMO LIMITES AO PODER ESTATAL DE CRIAR DEVERES INSTRUMENTAIS TRIBUTÁRIOS”, REJ UNESP, vol. 16, nº 23, nov. 2012.