[1]
V. Sesti Macedo, “DA QUANTIDADE À QUALIDADE: DA IMPRESCINDIBILIDADE DE SE OBSERVAREM AS GARANTIAS CONSTITUCIONAIS DO PROCESSO”, REJ UNESP, vol. 16, nº 23, nov. 2012.