OS DESAFIOS DOS DIREITOS HUMANOS NO TRABALHO COM DIREITOS SEXUAIS E DE GÊNERO EM UMA ASSESSORIA JURÍDICA UNIVERSITÁRIA

Autores

  • Rossana Bogorny Heinze Schmidt Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • Jaqueline Tittoni Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Resumo

Este artigo analisa as práticas em uma assessoria jurídica universitária em Direitos Sexuais e de Gênero em termos de sua efetividade no acesso aos Direitos Humanos. Considerando a existência de poucos dispositivos de acesso aos direitos desta população, buscamos nas práticas micropolíticas, formas de produzir caminhos que facilitem este processo. Dessa forma, nas atividades do serviço, propomos o acolhimento integral, prática difundida nas políticas públicas em saúde, como uma possibilidade de escuta solidária que está baseada na noção de Direito como processo e como afirmação da potência da vida, para além do caráter meramente judicial. O acolhimento enfatiza o caráter interdisciplinar que fundamenta o trabalho em Direitos Sexuais e de Gênero presentes nesta assessoria. Por fim, acolher pode ser uma prática que aproxime a universidade dos movimentos sociais, permitindo que possam protagonizar o acesso aos seus direitos.

Biografia do Autor

Rossana Bogorny Heinze Schmidt, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Psicóloga formada na Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), mestranda do Programa de Psicologia Social e Institucional da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). 

Jaqueline Tittoni, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Psicóloga formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC), mestrado e doutorado em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Pós-doutorado no master em Psicologia Social da Universidade Autônoma de Barcelona. Professora adjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.  

Downloads

Publicado

2016-12-08