A ONTOLOGIA DO SER SOCIAL E A NECESSIDADE DA EMANCIPAÇÃO HUMANA

André Luis Augusto Bonacini

Resumo


O presente ensaio busca analisar a centralidade do conceito do trabalho na vida humana, enquanto atividade responsável pela constituição do ser social. Investigaremos de que maneira o advento do trabalho estranhado retira a possibilidade de emancipação dos trabalhadores, e sua completa humanização. Partiremos da hipótese de uma perspectiva positiva em relação ao conceito de trabalho no pensamento de Marx subordinada a construção de um novo modo de produção onde a exploração do homem pelo homem seja suprimida.


Palavras-chave


Trabalho. Ontologia. Emancipação Humana.

Texto completo:

PDF


eISSN: 2176-0896

Locations of visitors to this page