A CONSTRUÇÃO DO ETHOS PROFISSIONAL NO SERVIÇO SOCIAL

Cacildo Teixeira de Carvalho Neto, Rosemeire dos Santos

Resumo


O debate do ethos profissional inicia na construção de uma ética profissional
a partir de uma construção coletiva, de projetos coletivos que intrínsecos na realidade reafirmam ou negam determinada condição posta. Assim, compreender a ética profissional e sua consubstanciação nas ações prático-transformadoras parte de um entendimento que os projetos profissionais podem romper com as amarras históricas de uma sociedade conservadora, ou por outro caminho, reafirmar a condição acrítica e antidemocrática de um determinado sistema. O projeto profissional do Serviço Social está escrito sob uma luta endógena de romper com o conservadorismo presente na profissão, e hoje,
considerado como projeto societário, como aponta José Paulo Netto, o Serviço Social se insere na contemporaneidade, a partir das lutas sociais exógenas, com a perspectiva de transformação social e política do homem e do coletivo, processo de reconhecimento do homem como ser histórico e social. Pensar neste projeto que se torna coletivo, é entendêlo com uma valoração ética e política, é compreender o modo, então, de fazer e apontar tais valores a partir de ações coletivas, que interpretam e interpenetram as transformações
societárias e seus impasses e inflexões sociopolíticos e ideoculturais. Assim se constrói o projeto ético-político do Serviço Social.


Palavras-chave


Ethos. Ética. Projeto Profissional. Serviço Social

Texto completo:

PDF


eISSN: 2176-0896

Locations of visitors to this page